terça-feira, junho 15, 2010

Crónicas do Mundial 2010 - 3

Grupo C:
Inglaterra clara favorita com os Estados Unidos na cabeça do pelotão para acompanhá-la aos oitavos, à frente de Eslovénia e Argélia.
Inglaterra-EUA 1-1
Uma pena aquele frango de Robert Green. Na verdade, acho que o mal dos ingleses foi marcar tão cedo. Quando foi preciso retomar a equipa para a frente, surgiu-me uma dúvida: faltou forças ou foi o método-Capello de quem está contente em não perder contra o rival teoricamente mais forte? Destaque pela negativa para Lampard e Rooney, completamente ausentes do jogo. Safou-se a alma de Gerrard.
Quanto aos Estados Unidos, deu a sensação de ser uma equipa combativa, com alguma técnica mas muito presa de movimentos. Laterais pouco ofensivos, médios ala com pouca iniciativa, médios centro pouco criativos. Dentro das limitações individuais, resultou um bom colectivo mas penso que ficou aquém das expectativas, apesar de se dizer o contrário.
Argélia-Eslovénia 0-1
Dificil era acompanhar este jogo por inteiro. Tinha curiosidade de ver o Birsa, número 10 esloveno, mas ficou longe do que esperava. Foi preciso um erro grosseiro para se ver um golo. Não deixa a Eslovénia de ter uma chance de discutir o apuramento taco a taco com os EUA, claramente o jogo que decidirá quem acompanha a Inglaterra.

Comentários:
Não vi o jogo da Inglaterra, mas conheço o crónico problema daquela equipa e que assenta na coexistência de Lampard e Gerard.
Capello caiu no erro crasso de por os 2 no meio num esquema de 4-4-2 clássico. Ora isso não faz sentido algum até pq nenhum dos 2 tem caracteristicas defensivas. Pisam os mesmos terrenos e têm caracteristicas mt parecidas.
O 4-3-3 seria o ideal, mas o problema é que a Inglaterra não tem jogadores para isso, pelo que jogar em losangulo seria o ideal. Além disso Crouch ou mesmo Defoe é que deveriam acompanhar Rooney.
Eu jogaria assim:
James
Johnsson Carragher Terry Cole
Carrick
Gerrard Joe Cole
Lampard
Rooney Crouch (Defoe)
 
Espantou-me a não utilização do Joe Cole e ver Lampard aquele ritmo obrigava Capello a libertar Gerrard e recuar Lampard.
Eu apostava num 4-4-2 clássico, com Lampard de fora e Carrick nas costas de Gerrard.
 
Ah Karlitos!!! Confirmo isso do Lampard Gerrard! Ia escrever isso mesmo. Eu vi o jogo e foi isso mesmo, posso garantir.

Eu sacava Milner e punha o Barry (é assim que se chama aquele médio defensivo muito bom do Villa não é?). E não mexe mais senão estraga.

Gerrard, pela versatilidade que tem pode perfeitamente fazer um duplo papel de terceiro homem de meio campo e quarto homem do ataque , a provocar desequilibrios pela esquerda.

Ou então, sacava Heskey e jogava com a defesa que jogou, tirando Ledley King, Barry, Lampard, Gerrard, Lennon, Defoe e rooney.

A Inglaterra não vai ter dificuldades.

Quanto à outra equipa em campo... cuidado com os States. Muito sólidos defensivamente e com capacidade para ter a bola nos pés e jogar apenas pela certa. Se a outra equipa não estiver inspirada... podem ser muito dificeis de bater. Estão no sítio certo no campo, e não dão borlas.
 
Eu acho que os americanos já assimilaram o conceito do jogo e quando assim é começam a ser muito competitivos. Falta-lhes talento puro mas suor é coisa que prometem deixar em campo. Amanhã decidem o apuramento com a Eslovénia.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]

   
Futebol Português


My blog is worth $2,258.16.
How much is your blog worth?

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!